• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Artigos sobre Webdesign e optimização de sites

Novos resultados do Google podem significar mais tráfego para si?

O Google tem suas opções de pesquisa disponíveis desde há cerca de um ano, mas elas não tiveram tanto impacto no utilizador como o redesenhado Resultado das pesquisas. Com esta nova concepção, os utilizadores têm mesmo que ver as opções que estão disponíveis.

Não é muito diferente do Bing ou o Yahoo, a este respeito e também do Ask, tendo este sido o pioneiro. A diferença é que desta maneira as pessoas pesquisam mais no Google de uma forma regular. De facto, no mês passado o Google teria dominado o mercado de busca mais ainda do que habitualmente.

O novo Resultado das pesquisas pode abalar os esforços de SEO, simplesmente porque os utilizadores vão começar a explorar as diferentes opções que o Google oferece, levando-os a diferentes conjuntos de resultados. Agora que as opções estão no centro das atenções, os utilizadores ficarão mais propensos a utilizá-las.

Yahoo diz que quando eles acrescentaram recursos na sua barra de navegação à esquerda, notaram uma adesão maior.  "Nós temos vindo a adicionar mais opções de filtragem e sugestões de pesquisas relevantes para a nossa barra de navegação à esquerda ... e temos visto um aumento de adesão e click-through ao longo dos últimos sete meses. " É natural que o Google tenha também um aumento de adesão para determinadas funções que são agora mais visíveis.

O problema que isto provoca é que os esforços de optimização que visem unicamente os motores de busca passam a ser maiores e, em certa medida, algo frustrantes. Uma vez que os utilizadores passaram a ter a possibilidade de seleccionar diferentes opções na barra esquerda isso provoca uma alteração dos resultados apresentados e o site que nós queremos pode não aparecer para este ou aquele critério de pesquisa. Por isso os esforços de optimização têm cada vez mais que ser distribuídos por outras modalidades.

Uma das funcionalidades acrescentada pelo Google há já algum tempo foi a noção de "Resultado Personalisado". Quando um utilizador usa o Google autenticando-se na sua conta Google Account e não desactivou o Histórico da Web, vê em primeiro lugar os sites que visita com mais frequência. Assim sendo, o resultado das pesquisas acaba por ser desvirtuado, não revelando - ou revelando em posições pouco visíveis - os sites que seriam mais relevantes em favorecimento dos sites que esse utilizador consulta mais vezes. Desta forma o Google funciona mais como um site de bookmarking do que um motor de pesquisa.

Para obviar a esta situação e manter e aumentar a visibilidade dos sites torna-se necessário o recurso a outras formas de optimização através da promoção dos sites em locais de grande tráfego e dirigido, redes sociais, bookmarking social e outras formas imaginativas, não esquecendo, obviamente, as boas técnicas na construção de raíz do site que é, aliás, o primeiro passo para a obtenção de bons rankings.

Partilhe

Site ou página?

No que diz respeito aos motores de busca, para nós, cada site dos nossos clientes não não é um site mas vários - tantos quantas as páginas que tem. Confuso? Não fique. A optimização também passa por aí. Se cada página do seu site for tratada como um site independente tem mais hipóteses de ser indexado para vários critérios de pesquisa.

Notícias