• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Artigos sobre Webdesign e optimização de sites

A História do Google

O Google teve origem num projecto de pesquisa de Larry Page, ao qual se juntou mais tarde Sergey Brin, estudantes da Universidade de Stanford, em 1996, com o Projecto SDLP.

O objectivo do SDLP era "para desenvolver as tecnologias que permitam para uma única biblioteca, integrada e universal digital." Com um financiado através da Fundação Nacional de Ciência, entre outros órgãos federais Page pretendia, entre outras coisas, explorar as propriedades matemáticas da World Wide Web, e a compreensão de sua estrutura de links como um gráfico enorme.

Com o encorajamento do seu supervisor, Larry Page centrou o seu estudo na tentativa de descobrir quais as páginas com ligações para uma determinada página, considerando o número e a natureza de tais backlinks como sendo uma informação valiosa sobre essa página. Este projeto de pesquisa foi conhecido como "BackRub".
O assim nascido rastreador (web crawler) de Page começou a explorar a web em março de 1996, tendo como ponto de partida (link) a página do próprio do próprio Larry Page em Stanford.
Para converter os dados backlink que reuniram como uma medida de importância  para uma determinada página da web, Brin e Page desenvolveram o algoritmo PageRank. Analisando BackRub de saída, o que, para um dado URL, consistia numa lista de backlinks classificados por ordem de importância - ocorreu-lhes que um motor de busca baseado no PageRank iria produzir melhores resultados do que as técnicas existentes na altura (os motores de busca existentes na época essencialmente classificavam os resultados de acordo com o número de vezes que o
termo de pesquisa aparecia numa página).

Um pequeno motor de busca chamado "RankDex" da IDD Information Services (uma subsidiária da Dow Jones) desenhado por Robin Li, desde 1996, já explorava uma estratégia semelhante para site de pontuação e ranking da página. A  tecnologia em RankDex seria patenteada e usado mais tarde quando Li fundou a Baidu na China (motor de pesquisa chinês).

Convencidos de que as páginas com mais links para elas a partir de outras páginas web altamente relevantes deviam ser as páginas mais relevantes a aparecer como resultado numa pesquisa, Page e Brin, testado sua tese, como parte de seus estudos, lançaram as bases para o seu motor de busca.

Originalmente, o motor de pesquisa utilizado no site de Stanford, com o domínio  google.stanford.edu. O domínio google.com foi registado em 15 de setembro de 1997.
Formalmente a sua empresa, a Google Inc., foi formada em 4 de Setembro de 1998, na garagem de um amigo, em Menlo Park, Califórnia.

O nome "Google" teve origem a partir de um erro de "googol", que se refere ao número representado por 1 seguido de cem zeros. Page e Brin escreveram no seu artigo original sobre PageRank: "Nós escolhemos como nome do nosso sistema, o Google, porque é uma ortografia comum de googol, ou 10100 e encaixa-se bem com o nosso objetivo de construir muito motores de busca em grande escala"

Tanto Brin como Page eram contra o uso de publicidade na forma de pop-ups no motor de busca ou no modelo de financiamento de motores de busca baseados na publicidade chegaram mesmo a escrever um trabalho, em 1998, sobre o tema, ainda enquanto. No entanto, cedo mudaram de idéia e logo no início foram permitidos  anúncios de texto simples no seu motor de busca.

No final de 1998, o Google tinha um índice de cerca de 60 milhões de páginas.
A home page estava ainda marcada como "BETA", mas um artigo no Salon.com já argumentava que os resultados de pesquisa do Google eram melhores do que os de concorrentes como Hotbot ou Excite.com e elogiou-o por ser tecnologicamente mais inovadores do que os sites de portal sobrecarregados (como o Yahoo!, Excite.com, Lycos, Netscape Netcenter, AOL.com, Go.com e MSN.com) que na época, durante o crescimento da bolha pontocom, eram vistos como "o futuro da Web", especialmente por parte dos investidores do mercado de ações.

Em março de 1999, a empresa mudou-se para escritórios em Palo Alto, o lar de vários outras startups de tecnologia notáveis da Silicon Valley. Depois de rapidamente ter passado por dois outros locais, a empresa arrendou um complexo de edifícios da Silicon Graphics (SGI) em Mountain View em 2003. A empresa manteve-se neste local desde então, e o complexo tornou-se conhecido como o Googleplex (uma brincadeira com a palavra googolplex, um número que é igual a 1 seguido de um googol de zeros). Em 2006, o Google comprou a propriedade da SGI por US $ 319 milhões.

O motor de busca Google rapidamente atraiu um público fiel entre o crescente número de utilizadores da Internet, que gostava de seu design simples. 

Em 2000, o Google começou a vender anúncios associados a palavras-chave de pesquisa. Os anúncios foram baseados em texto para manter design da página e para maximizar a velocidade de carregamento de páginas. Palavras-chave foram vendidas com base em uma combinação de propostas de preços e click-through (numero de cliques realizados pelos utilizadores), com lances a partir de $ 0,05 por clique, conhecido por AdWords. Este modelo de venda de publicidade por
palavra-chave foi iniciada polo Goto.com (mais tarde renomeada Overture, antes de ser adquirido pelo Yahoo! e renomeado como o Yahoo! Search Marketing).
Enquanto muitos de seus rivais dot-com falharam na nova Internet, o Google subiu calmamente em estatura enquanto gerava receita.

O primeiro financiamento para o Google como empresa foi fixado em agosto de 1998, na forma de uma contribuição de USD $ 100.000 de Andy Bechtolsheim, co-fundador da Sun Microsystems, dada a uma empresa que ainda não existia.

Em 7 de junho de 1999, foi anunciado um financiamento totalizando 25 milhões dólares. Os maiores investidores foram as empresas de capital de risco rivais Kleiner Perkins Caufield & Byers e a Sequoia Capital.

A companhia está listada no índice NASDAQ sob o símbolo GOOG.

O crescimento da Google, bem como a sua entrada em mercados diversificados tem sido enorme, com as consequentes lutas com empresas rivais, mas é o mercado dos motores de busca que aqui nos interessa.
O Google é hoje o maior motor de busca e foi até há pouco tempo o site com maior tráfego, tendo sido ultrapassado pelo facebook.

Apesar de ser ainda o motor de busca mais utilizado, pelo menos no mundo ocidental, com um número grande de utilizadores que o preferem a qualquer outro quando pesquisam na Internet, começa já a ter muitos descontentes principalmente depois das suas últimas alterações de algoritmo que prejudicaram muitos milhões de sites e que muitas vezes fornecem resultados desconcertantes.
Já é comum encontrarem-se comentários de utilizadores descontentes, alguns até sugerindo que o Google está a colocar os seus interesses comerciais acima da relevância dos resultados das pesquisas.
 

Partilhe

Redes Sociais

As Redes Sociais e os sites de Bookmarking Social são, hoje em dia, uma parte importante da estratégia de divulgação e credibilização de qualquer site que pretenda melhores resultados nos motores de busca. O registo e publicação periódica nestes sites faz parte dos nossos pacotes de optimização de sites dos nossos clientes.

Notícias